Design Thinking: aliado na busca para o sucesso do seu negócio

Central de Atendimento
54 9 9629.1474

Inscreva-se para receber mais informações:

Editoria Chocolatear
05.08.2020

Com o objetivo de melhorar a experiência do cliente, o Design Thinking propõe às marcas inovar e encontrar soluções criativas para os seus problemas, com base na criatividade e nas diferentes vivências de seus colaboradores.

O mercado competitivo faz com que marcas invistam em seus diferenciais para conquistar mais e mais clientes e se distanciar da concorrência, além de fomentar a inovação. No entanto, é preciso mais para manter usuários satisfeitos. É necessário pensar com a cabeça do seu cliente. Se colocar no lugar dele. E esse é um dos desafios do Design Thinking.

Mas, o que é DesignThinking? Na sua tradução literal quer dizer “pensamento do design”. Mais que isso. Design Thinking é uma abordagem que propõe soluções criativas comum único propósito: entender e atender o consumidor em potencial e adaptar seus produtos e serviços a ele. Pautado em 3 pilares, como a empatia, a colaboração e a experimentação, essa interpelação traz princípios simples e fáceis de aplicar. No entanto, é preciso muita criatividade e um bom planejamento. De acordo com a engenheira e mestra em tecnologia de alimentos Luciana Monteiro, é importante “vestir o sapato do outro”, olhar através da perspectiva do outro, porque a partir desse movimento conseguimos ter insights daquilo que é importante para aqueles que queremos conquistar: nossos clientes. 

Mas quem pode usar o Design Thinking?

Todo mundo pode, independentemente do porte da empresa ou do segmento. De multinacionais a micro, da indústria de chocolate à loja de produção de chocolate artesanal, o Design Thinking vem sendo usado como estratégia para melhorar a experiência do cliente e trazer crescimento. Essa implementação traz uma série de impactos positivos para o ambiente de trabalho. O Design Thinking incentiva a criatividade e dá mais motivação; estimula a colaboração de equipes multidisciplinares, uma vez que envolve diversos e diferentes pontos de vista; incita a empatia para entender as necessidades e expectativas dos consumidores; fortalece a cultura da empresa; além de ter um custo de implementação reduzido.

Como implantar?

Essa forma de pensar, contemplando o bem-estar de quem usará seus produtos ou serviços, pode ser implementada através de várias ferramentas. A primeira etapa é a imersão, ou seja, quando se tem contato com o problema através de diferentes perspectivas. Na sequência se dá a análise, a síntese e a organização desses dados coletados. Problema definido é hora de ideias inovadoras, de pensar fora da caixinha para poder inovar... E só assim avançar para um teste prático, transformando ideias em um “protótipo” palpável. Por fim, é necessário validar, através de testes, que podem ser fundamentais para ajustes e na melhoria dos produtos ou serviços.

A origem

Registros apontam que a primeira aparição acadêmica de DesignThinking surgiu com o professor de negócios Roger L. Martin, da Universidade deToronto. Na época, essa metodologia era chamada de Pensamento Integrador. Os grandes responsáveis por popularizar o que é Design Thinking foram a IDEO, TimBrown e os irmãos Kelley, por meio de projetos que trabalhavam sem com  a perspectiva do olhar, da curiosidade, da ideia, da criatividade, da multiplicidade e do aprendizado para gerar soluções.

Saiba mais sobre o Design Thinking aplicado a área da Chocolataria. Acesse nosso canal do Youtube no link abaixo e confira a Live com a professora Luciana Monteiro.

https://www.youtube.com/watch?v=YgKsXqL3GhQ

 

05.08.2020

Confira a data de realização dos cursos no menu AGENDA