Blog

A Suíça está na nossa mente como país referência quando o assunto é chocolate.

A Suíça está na nossa mente como um país referência quando o assunto é chocolates de qualidade. Isso porque, ao longo da história, foi onde ocorreram inovações importantíssimas na fabricação de chocolates e foi onde nasceram marcas hoje consumidas no mundo inteiro.

- Daniel Peter ousou pela primeira vez colocar o leite no chocolate. Mas, em 1875, foi Henri Nestlé que conseguiu condensar e tirar a água do leite, criando assim a primeira barra de chocolate ao leite para o mercado


- Ainda na Suíça, em 1879- Rudolph Lindt, descobre a técnica da conchagem, conseguindo diminuir acidez e melhorar a textura dos chocolates.

Foram fundadas, entre outras fábricas de chocolates, as famosas: 

11   1819 – Cailer (atual Nestlé), em Vevey

·         1826 – Suchard 9hoje Kraft Foods),

·         1830 – Kohler 9hoje Nestlé)

·         1836 – Sprungli, em Zurique, sociedade dividida em Confiserie Sprungli e Lindt & Sprungli, em 1892

·         1867 – Peter (hoje Nestlé)

·         1879 – Lindt (hoje Lindt & Sprungli)

·         1887 – Frey (hoje Migros)

·         1899 – Tobler (atual Kraft Foods, fabricante dos chocolates Toblerone, entre outros)

·         1901 – Chocolat Villars

 

Esse país tem muito a nos contar sobre chocolate! Isso daria certamente um livro.

Ao longo do mês de outubro, estivemos na Suíça visitando a recém lançada Home Lindt of Chocolate, lojas de chocolates de Laderach e a Chocolate Store em Zurich, a Chocolat Villars em Fribourg, e recentemente ainda, visitamos a Cailler num passeio delicioso no Train Chocolat.

O mais lindo é ver o cacau se tornando cada vez mais o protagonista. As marcas mais industriais falando sobre origem, trazendo o consumidor a cultura do cacau, por meio de entretenimento, de experiências guiadas em lojas ou pelas embalagens dos novos produtos.

O chocolate artesanal, craft, tree e bean to bar, conquista novos consumidores todos os dias por oferecer chocolates ricos em sabor, aroma e texturas, em nutrientes, por valorizarem a origem, a sustentabilidade e a saudabilidade.

As marcas, independente de seus tamanhos, estão realmente atentas a essa que não é apenas uma moda, mas uma tendência que veio para ficar. Afinal, envolve cuidado com pessoas e planeta!

Comentários

Conteúdos Relacionados

Da árvore à felicidade do consumidor

Do campo à mesa, da terra ao prato, da amêndoa à barra, da árvore à barra, e por aí vai. A gente, aqui na escola, gosta da abordagem “Da árvore à Felicidade do Consumidor”....
Utilizamos Cookies Essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.