Blog

Castelli celebra 10 anos de pioneirismo e inovação

Uma década impactando a cadeia produtiva do cacau e do chocolate, formando novos profissionais, vendo novas marcas de chocolate nascerem e levando conhecimentos para além do Brasil.

Primeira escola de chocolataria do país, a Castelli inovou em 2012 ao ofertar um Programa de Formação Profissional em Chocolataria, unindo profissionais internacionais, experts em suas áreas, numa estrutura diferenciada, com metodologias únicas e o jeito exclusivo Castelli de atuar na educação, trazendo alunos de todo Brasil. Pioneirismo e inovação marcaram a sua entrada na cadeia produtiva do cacau e do chocolate. Um marco para o Brasil se orgulhar!

Uma década incentivando e contribuindo para o desenvolvimento do mercado da chocolataria. Na Castelli, novas marcas de chocolates surgiram, produtores de cacau puderam aperfeiçoar seus conhecimentos sobre processamento de amêndoas de cacau e de chocolates, profissionais mudaram de carreira e resolveram empreender em um novo negócio em chocolataria, impactando de forma positiva o mercado de chocolates que vem se desenvolvendo e crescendo de forma significativa, em especial nos últimos 10 anos.

Promover o chocolate de verdade, a partir de programas de capacitação e eventos, tendo a origem, a saudabilidade, a sustentabilidade, a criatividade, a inovação e a hospitalidade como princípios, contribuindo assim com toda a cadeia produtiva do cacau e do chocolate, é o que move a Castelli Escola de Chocolataria.

À frente da Escola, há 10 anos, está Silvana Castelli, que também atuou 18 anos na gestão da Castelli Escola Superior de Hotelaria, instituição de ensino superior fundada pelo seu pai, Geraldo Castelli. Administradora, especialista em marketing e mestre em educação de formação, Silvana Castelli encontrou na Escola de Chocolataria um desafio que se transformou numa paixão. “Vivemos na terra do cacau, na região do chocolate, uma escola de chocolataria é sonho realizado. Da flor do cacau ao sorriso do consumidor. Essa é a jornada de conhecimentos que buscamos trazer para nosso público, seja ele o que sonha empreender em chocolataria, seja o amante de chocolate. Descobrir o cacau, o chocolate, o alimento, dentro de uma cadeia produtiva sustentável, cheia de vida, de pessoas dedicadas, de sonhos, é realizador”, diz Silvana.

São muitos motivos para celebrar. Fazem parte da história da Castelli profissionais referendados no mundo todo que compartilham seus conhecimentos com maestria desde o primeiro ano da Escola. Outros, chegando agora, mas com a mesma motivação de fazer parte da escola e promover a mudança que o mercado do chocolate vem demandando. Juntamente com os professores, estão as empresas parceiras, fábricas de chocolates, de equipamentos, de utensílios, que colaboram para o cotidiano das atividades.  E, as fazendas de cacau que recebem os alunos há dez anos, local onde se vivencia a colheita, a fermentação e a secagem de amêndoas de cacau, matéria-prima do chocolate.

Essa rede que faz a Castelli Escola de Chocolataria ser referência nacional vem aproximando não apenas alunos do Brasil todo como de outros continentes. A internacionalização da Castelli vem acontecendo, uma vez que tem na sua equipe profissionais de outros países, compartilhando suas experiências, bem como alunos vindos dos Estados Unidos, Equador, Espanha e do continente africano.

“Vejo muito potencial para o Brasil se tornar uma referência quando se fala em chocolates de qualidade e saborosos, assim como a Bélgica um dia fez sua história para ter essa imagem hoje”, diz Olga Zwemmer, holandesa, com mais de 30 anos dedicados à indústria de chocolates no mundo e professora na Castelli. “E aqui na Escola, vejo o caminho para juntos construirmos essa mudança”, diz a docente.

Para o ano de 2022 a Castelli preparou uma série de inciativas voltadas para os seus dois principais públicos: o que sonha empreender e se destacar na área da chocolataria e o que ama saborear e descobrir o chocolate.

Para o que quer empreender, 10 novos cursos de curta duração, 10 Lives programadas até o fim do ano com autoridades no assunto, um webinar gratuito com 10 profissionais, uma edição especial da décima turma do Curso Formação Básica em Chocolataria Profissional e novidades para o Programa de Formação Profissional 2023.

E, para os amantes de chocolate, traz o Chocolatear. Um evento cultural para quem quer descobrir o chocolate, conhecer e aculturar-se da história, dos aromas e dos sabores, e que acontece em empresas parceiras e na sede da Escola.

E claro que, para marcar esses 10 anos, agosto teve bolo com quem fez e faz a Castelli acontecer: alunos, professores, colaboradores, parceiros e a família Castelli.

 “Celebrar 10 anos fazendo parte de uma cadeia produtiva tão cheia de vida é emocionante, pois ao longo desses anos conectou pessoas muito especiais. Celebramos uma década de fortalecimento de relações com a cadeia produtiva do cacau e do chocolate, representada por seus cacauicultores, produtores de chocolate, profissionais professores, empresários de máquinas, equipamentos e utensílios, dentre tantas pessoas que encontram aqui o mesmo propósito, a paixão em fazer parte da transformação dessa cadeia produtiva”, diz Silvana Castelli. “E as celebrações continuam, com novos Projetos e Produtos, com o objetivo de aproximar cada vez mais todos os protagonistas da cadeia produtiva do cacau e do chocolate: produtores de cacau, de chocolate e consumidores. Aguardem as novidades!”, complementa.

Comentários

Conteúdos Relacionados

Amêndoas brasileiras!

Sementes roxas e brancas. Quase todos os cacaus apresentam sementes de coloração roxa, graças à presença das...
Utilizamos Cookies Essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.